Dívida motivou assassinato de prefeito Rielson, segundo investigações

 

Divida. Esta é a principal linha de investigação para o assassinato do prefeito de Itagimirim (602 km de Salvador), Rielson Santos Lima (PMDB), 51, morto terça-feira, 29, à noite quando conversava com um familiar em um bar no centro da cidade do sul do estado. Ele foi operado no Hospital Regional de Eunápolis, mas morreu no centro cirúrgico. “Apuramos que ele devia a algumas pessoas, entre elas ciganos. Crime político está descartado, inicialmente”, diz a delegada Valéria Fonseca, à frente da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (23ª Coorpin - Eunápolis). Segundo ela, já há alguns suspeitos. Rielson estava no bar, por volta das 19h, quando dois homens chegaram em uma moto. O carona atirou. Atingido, Rielson tentou fugir. O delegado Hermano afirma que a policia está se empenhando em dar uma resposta ao povo de Itagimirim já que o prefeito Rielson Lima era uma pessoa muito querida na cidade “Vamos dar uma resposta a estes criminosos que de forma desrespeitosa desafiaram a lei e este crime é uma afronta a democracia e nós estamos em um estado de direito .E com certeza a justiça vai prevalecer” concluiu o Delegado . Socorro “Ele correu e se escondeu em uma casa, os assassinos fugiram e ele pediu ajuda a um PM à paisana, que o levou ao hospital municipal”, informou um policial da cidade. O prefeito foi levado para Eunápolis em uma ambulância escoltada, mas morreu quatro horas após o atentado. O corpo foi velado na Igreja Matriz de Itagimirim e o enterro ocorreu no final da tarde desta quarta, 30, no cemitério municipal. Segundo moradores e políticos ouvidos por A TARDE, Rielson teria adotado medidas “duras” para ajustar as contas: extinguiu cargos comissionados, mudou a estrutura das secretarias de Administração e Finanças, além de cortar salários, começando pelo dele e do vice-prefeito. O chefe de gabinete, Alberto Alves, confirmou, mas disse não crer que o crime tenha relação com política, pois Rielson não se envolvia em confrontos: “"Era trabalhador e humilde. Deve ter sido algo pessoal”". bahiadiaadia

Notícia Postada em 01/08/2014
Comente esta notícia: