Bandido atira em policiais do PETO e morre em confronto em Itanhém

 

Edelvânio Pinheiro/Radar58

Um bandido morreu no final da noite do último domingo (24), no bairro Grinaldo Medeiros, em Itanhém, depois de ter atirado em policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO). Isac da Rocha Neves, 19 anos, disparou três vezes contra os militares, com um revólver Rossi, calibre .32. De acordo com informações da PM, um dos soldados teve que se jogar em uma vala, onde corre esgoto a céu aberto, para não ser atingido. Ainda de acordo com a Polícia Militar, a guarnição do PETO fazia patrulhamento na cidade, quando avistou três homens em atitude suspeita que, quando viram os policiais, evadiram-se. Um deles, Isac, não obedeceu a ordem policial e atirou contra os policiais. Após o confronto ele foi levado, pelos policiais, ao Hospital Maria Moreira Lisboa, mas não resistiu aos ferimentos.

Dia anterior No dia anterior, Isac furou uma barreira da PM no trevo de Itanhém, quando chegava de Eunápolis, no Fiat Vivace, cor cinza, placa OXA-8692/Belo Horizonte, em companhia do menor A. de C., morador de Nanuque, e da adolescente G. S, moradora de Itanhém, ambos de 16 anos. Eles seguiram sentido Vila Mutum, distrito de Medeiros Neto, e foram perseguidos por uma guarnição da PM. Na região conhecida por Rozena, a cerca de 15 km de Itanhém, ao passar por um mata-burro, o carro estourou o pneu e ficou atravessado na estrada. Isac embrenhou no mato e, mesmo a polícia tendo feito buscas durante todo o dia, não conseguiu localizá-lo. Os dois menores foram conduzidos à Delegacia da Polícia Civil de Itanhém. Dentro do carro havia 126 pedras de crack, que o menor disse ser de sua propriedade, e um revólver calibre .38, com seis munições, que o menor disse pertencer a Isac, além de R$ 110, cordões, perfumes, celulares e um notebook. Todos esses materiais e R$ 500 havia sido roubado em Eunápolis quando, a proprietária da casa, sob a mira de dois revólveres, foi obrigada a obedecer os marginais.

Notícia Postada em 24/11/2014
Comente esta notícia: