Acusados de sequestro mortos em confronto com a PM em Medeiros Neto são identificados no IML

 

Os dois homens acusados de sequestro, mortos em confronto com a Polícia Militar no início da tarde deste domingo, 27 de julho próximo à Nova Zelândia, município de Medeiros Neto, foram reconhecidos pelos familiares no início da manhã desta segunda-feira, no Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas. Julian de Jesus, também conhecido como “Fé”, 25 anos, e Wenderson de Amorim Dantas, 21 anos, moradores do Bairro Luís Eduardo Magalhães, em Teixeira de Freitas são acusados de, na última quinta-feira, 24, ter sequestrado uma mulher em Teixeira de Freitas e utilizado o carro da vítima, um Fiesta, para praticar dois assaltos na mesma cidade. Uma força composta pela Companhia Independente de Policiamento Especializado Mata Atlântica (CIPE), Companhia Especializada Tático Operacional (Ceto) do 13º Batalhão de Teixeira de Freitas, Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto), de Medeiros Neto, e Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Teixeira de Freitas estava há três dias em diligências a procura dos suspeitos. Na sexta-feira, 25, e no sábado, 26, houve troca de tiros na zona rural de Cachoeira do Mato, distrito de Teixeira de Freitas, e em Massaranduba, distrito de Vereda. Na manhã deste domingo os bandidos, que estavam escondidos em uma fazenda próximo a Nova Zelândia, receberam os policiais da CETO e do PETO à bala e morreram no confronto. Além serem apontados como autores de sequestro e assaltos, Julian e Wenderson já estavam com as prisões preventivas decretas acusados da morte de Paulo Sérgio Santos, 42 anos, assassinado no final da tarde do dia 6 de julho, no assentamento Nelson Mandela pertencente a uma comunidade Quilombola localizada em Helvécia, interior de Nova Viçosa. De acordo com moradores do local, a vítima era líder da comunidade e foi surpreendido por homens armados que chegaram em um carro modelo Gol, cor prata, e desceram atirando em sua direção. Paulo foi baleado e morreu na hora. Sulbahianews

Notícia Postada em 28/07/2014
Comente esta notícia: