Duplicação BR-101: Motorista vai pagar R$ 30,80 de Itabela a Mucuri

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira (29/8) o aviso de edital de concessão de um trecho de 772 quilômetros da BR-101, na Bahia. Os valores de investimentos previstos são de R$ 4,61 bilhões. Cerca de R$ 17,23 bilhões são de receita de pedágio e R$ 2,98 bilhões de custos operacionais. Segundo o Ministério dos Transportes, a concessão vai garantir a “duplicação da rodovia, além da exploração da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação e implantação de melhorias” pelo prazo de 30 anos. O trecho que será entregue à concessão vai do entroncamento da rodovia com a BR-324, em Feira de Santana, até o entroncamento com a BA-698, no acesso a Mucuri. Do trevo de Mucuri até a divisa com o Espírito Santo, que é um trecho relativamente pequeno, mas de intenso tráfego de carreta não consta no anúncio do projeto. O leilão será realizado no dia 23 de outubro. As praças de pedágios ficarão em São Gonçalo dos Campos (R$ 6,20), Conceição do Almeida (R$ 9,20), Teolândia (R$ 11), Ubaitaba (R$ 11,90), Buerarema (R$ 11,50), Mascote (R$ 12), Itabela (R$ 9,90), Itamaraju (R$ 9,50) e Caravelas (R$ 11,40). A cobrança da tarifa de pedágio somente poderá ter início após a conclusão dos trabalhos no sistema rodoviário e a execução de pelo menos 10% das obras de duplicação. Mais detalhes da duplicação devem ser dados neste próximo sábado (31) pelo ministro dos Transportes, César Borges, durante visita a Teixeira de Freitas. Nesta visita Borges também deve anunciar a instalação de dois viadutos no perímetro urbano da cidade, que por sinal é uma reivindicação antiga da população, especialmente dos bairros próximos à rodovia federal. FOnte Teixeiranews

Notícia Postada em 30/08/2013
Comente esta notícia: