A “ABATHONE” e a “medicina convencional”

 

A “Associação Baiana dos Terapeutas Homeopatas, Naturista e Energéticos”, ABATHONE, foi fundada em Teixeira de Freitas (BA), no encerramento do Curso de Homeopatia Humana, Animal, Vegetal e Ambiental, da Universidade Federal de Viçosa (MG). Todos que estiveram presentes aos 18 meses do curso (cerca de trinta alunos), ministrado pela extraordinária professora Elen Duarte, foram unânimes em demonstrar seu descontentamento com os rumos da medicina alopática moderna. Na verdade, todos nós consideramos que a medicina alopática é cientificamente desatualizada (embora muito avançada tecnologicamente!); é excessivamente agressiva e intervencionista; é economicamente muito cara e onerosa para o povo e para o poder público; está perigosamente dependente da indústria químico\farmacêutica; é demasiadamente atrelada a exames complementares caros e inacessíveis à maioria da população; realiza uma abordagem muito superficial e fracionada do indivíduo, dividindo o corpo humano em “pedaços”, esquecendo de considerá-lo como um todo indivisível e harmônico; trata muito mais as “consequências” do que as “causas” das doenças; trabalha muito mais no “controle” das doenças, ao invés de curá-las, tornando os doentes permanentemente dependentes dos seus medicamentos, obrigando-os a tomar remédios “pelo resto de suas vidas” (o que é muito lucrativo para a indústria farmacêutica); parece não investigar corretamente os efeitos dos seus medicamentos, pois frequentemente estão descobrindo seus efeitos colaterais nocivos e retirando-os apressadamente das prateleiras das farmácias; sua orientação “anti” (contra) quase tudo coloca-a na contramão da sustentabilidade de todos os seres vivos no planeta Terra; sua abordagem é estritamente química, materialista e reducionista, permanecendo completamente desatualizada em relação aos conceitos da Ciência Moderna; etc. Enfim, a medicina convencional dominante no mundo ocidental é inteiramente incompleta e insatisfatória para tratamento dos seres vivos do planeta. Nossa opção, evidentemente, evoluiu para o uso das Terapias Vibracionais e Naturais, que é o centro dos objetivos da nossa Associação. A perspectiva é congregarmos os profissionais de todas as terapias vibracionais e naturais, para atuarmos de um modo integral, suave, sustentável, não agressivo, encarando o sistema planetário como um todo inter-relacionado e interdependente. A cura completa do indivíduo será sempre o objetivo principal. Enquanto o alívio imediato do sofrimento, embora imprescindível e deva ser buscado com persistência, será irremediavelmente provisório e passageiro. Acupuntura, Antroposofia, Cromoterapia, Fitoterapia, Geoterapia, Homeopatia, Hidroterapia, Hipnose Médica, Imposição de Mãos, Macrobiótica, Magnetoterapia, Naturopatia, Quiropraxía, Radiestesia, Reik, Terapia Floral, Yogaterapia, etc., deveriam ser os recursos preferenciais (ou únicos) a serem usados nos tratamentos de todos os seres vivos. Separadamente ou associados. Os métodos acima indicados propiciam tratamentos seguros, ausência de efeitos colaterais, facilidade de administração, procedimentos não invasivos nem agressivos, simplicidade na aplicação, certeza de cura suave e completa do indivíduo, ausência de contaminação do meio ambiente, sustentabilidade para todo o planeta, etc. Na verdade, ao contrário do que nos impõem hoje a Indústria Farmacêutica, as faculdades de medicina, a mídia e os poderes constituídos, a Medicina Alopática é que deveria ser uma alternativa ou um complemento às terapêuticas naturais e vibracionais. Esclarecer equívocos desta natureza e divulgar as melhores opções de tratamento para os males de todos os seres biológicos são os principais objetivos da nossa ABATHONE! Para o bem de toda a humanidade! Oséas Moreira (oseasmlisboa@yahoo.com.br) Veja outros textos

Notícia Postada em 25/04/2011 por: Oséas Moreira
Comente esta notícia: